Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Luxos da Plebe

blog de luxos, povo/'plebe', opinião, divulgação cultural, arte, entretenimento, humor, fotografia, truques, dicas, comidas, bebidas, escárnio, maldizer, DIY, artesanato, lifestyle, decoração, moda, curiosidades

Luxos da Plebe

Plástico não e... Paz no Mundo!

É urgente reduzir o plástico à escala mundial, todos concordamos.

 

A frase é bonita, fica sempre bem e está muito na moda. Mas, talvez por estar tanto na moda, começa a ter um fundo vazio, ou seja, a não passar de uma frase bonita e nada mais além disso.

 

Faz-me lembrar a frase, outrora avassaladora, conquistadora de votos do júri, das candidatas a Miss Universo: “… e quero Paz no Mundo”.

 

Um destes dias acordei “verde” e, entusiasmada, pensei:

- “É hoje! Hoje arrumo de vez com o plástico cá de casa!

Basta de matar baleias, cachalotes e outros seres marinhos com esse material assassino!” - toda eu estava Ecológica, toda eu estava Biológica, toda eu uma ambientalista de mangas arregaçadas para lutar pelo nosso planeta e seus ecossistemas!

ECO friendly.jpg

 

(Só um parêntesis - já repararam que o plástico só mata seres marinhos? Todos os outros seres do planeta: terrestres, infraterrestres, aéreos, conseguem perceber que aquilo não é para comer…)

Bom, continuando…

 

Toda armada em ‘Green Peace Forever’, lá comecei eu a planear a exclusão do plástico do meu quotidiano. Para nada ficar esquecido decidi, como toda a boa planificadora, fazer uma lista dos materiais a deitar fora com indicação da sua alternativa equivalente, noutro material, à qual iria acrescentando o que fosse lembrando.

Não correu nada bem.

 

Não arranjei alternativa para: sacos do lixo, sacos de congelação, para cubos de gelo, tupperwares, transportadora de bolos, película aderente, garrafões de água, secador de cabelo, recipientes para shampoo + amaciador + gel de banho, escova de dentes, baldes e mais uma infinidade de utensílios que desisti de enumerar.

Mudei de cor. Já não estou verde. Estou como aquelas canecas que mudam de cor consoante a temperatura do conteúdo.

 

Não sejamos utópicos: erradicar por completo o plástico das nossas vidas demoraria séculos, não faz sentido eu ficar sem acesso ao material porque o vizinho do lado é um porco e atira tudo para o mar, e a exemplo de todo o restante lixo pode ser recolhido e reciclado – haja vontade.

 

Não fará mais sentido, isto sou eu a mandar a ideia para o ar, começar a apostar na educação desde tenra idade?

Saudações da Plebe

 

P.S.: E já agora, arranjar alguém para limpar aquela porcaria no mar, se faz favor - sempre se deverão arranjar mais uns postos de trabalho.

 

balde multifunçoes.jpgbolsa catalogo.jpgbrinquedos_1.jpgbrinquedos_2.jpgcubos gelo.jpg

detergentes.jpgescovas dentes.jpggarrafoes agua.jpgloiça descartavel.jpgmarcadores tinta.jpg

mobiliario exterior.jpgpelicula aderente.jpgsaco congelaçao.jpgsaco lixo.jpg

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D